Glossário de Marketing Digital

18 0

O mundo digital não para de evoluir, e mesmo os profissionais da área nem sempre conseguem estar por dentro ou lembrar de todos os termos, siglas e conceitos do marketing digital.

Neste artigo pretende-se indicar e detalhar os principais termos que todo o profissional da área ou interessado deve ter conhecimento, lembrando que os termos apresentados neste mini glossário de Marketing Digital podem assumir significados diferentes, em outras áreas ou mesmo em outros contextos.

Mini Glossário de Marketing Digital

A

  • A/B Test: É um teste onde se avalia duas versões diferentes de uma página, para entender qual delas possui uma melhor aceitação do público e outros fatores de interesse. Um exemplo de teste A/B poderia ser trocar a ordem dos itens listados no menu de navegação do site e analisar como isso afeta a usabilidade do usuário.
  • AdRank: métrica utilizada para calcular a posição de um anúncio em um SEM (Search Engine Marketing).
  • Adwords: ou Google Adwords, é o serviço de publicidade da Google. É pelo Adwords que os sites fazem anúncios pagos para aparecerem no topo das páginas de resultados do Google e, assim, conseguir mais visitantes.
  •  Afiliados: sistema de retribuição de parte de receita, permitindo obter ganhos na Internet.
  •  Auto responder: nomenclatura dada ao e-mail transacional que um utilizador recebe após uma determinada ação em um website, que tem como objetivo validar o e-mail ou formalizar a ação realizada no website.
  •  Avatar: representa a identidade digital de uma pessoa na internet, a qual é geralmente representado por uma imagem.

B

  • Backlink: link que aponta para uma determinada página do website, dando crédito e trazendo visitas.
  • Banner: publicidade usada na internet, que contem um link que redireciona para a página de destino e frequentemente tem uma imagem atrativa.
  • Benchmarking: processo de pesquisa e comparação de informação da concorrência.
  • Blacklist: reputação associado a um endereço de IP em decorrencia de más práticas.
  • Blog: website orientado para uma estrutura de artigos, de fácil atualização, com publicações regulares. Normalmente organizado por categorias, tags, datas e autores.
  • Branding: gestão do conjunto de elementos que compõem uma marca e a sua identidade.

C

  • Call-to-Action: ações (botões, texto ou outro) que chamam a atenção do utilizador para tomar determinada ação.
  • CMS (Content Management System): sistema de gestão de conteúdos, utilizado para criar, editar, manter e publicar conteúdo num website, de forma consistente e organizada, permitindo que este seja modificado com facilidade.
  • Copywriting: técnicas de escrita, que podem ser direcionadas para captar a atenção, vender ou outro objetivo. Neste caso devem ser usadas técnicas específicas para a web.
  • CPC (Cost Per Click): trata-se do custo por clique. A unidade de medida mais utilizada para anúncios na Internet. Cada clique num anúncio, corresponde a um custo que normalmente é variável em função da procura da palavra-chave ou da segmentação.
  • CTA (Call to Action): ou “chamada para ação”, são frases (que podem estar no formato de links e botões) que instigam o usuário a realizar algum tipo de ação ou tomada de decisão. E, na maioria das vezes, são utilizados verbos no imperativo para que isso ocorra. Os exemplos mais comuns são: leia este texto, entenda mais sobre esse assunto clicando aqui, aproveite a oferta e compre agora, etc.
  • CTR (Click through Rate): é o número de cliques dividido pelo número de visualizações de um anúncio exibido. Bem parecida com a Taxa de conversão, quanto maior o seu CTR, melhor!

D

  • Double opt-in: dupla validação de interesse na inscrição de uma lista de e-mail marketing. Após inserção do email no formulário, o utilizador tem de clicar num link enviado para o seu e-mail, confirmando assim o interesse genuíno do próprio utilizador.

E

  • Engagement: envolvimento de uma publicação perante uma comunidade de seguidores.

F

  • FAQ (Frequented Asked Questions): questões frequentes que são colocadas e, por isso, reunidas de modo a corresponder às possíveis perguntas que possam surgir sobre um produto, serviço ou outro.
  • Feed RSS: link devidamente normalizado, que pode conter conteúdos de um website, para ser republicado noutro meio, normalmente na Internet.

G

  • Google AdWords: ferramenta de criação de campanhas de publicidade para o motor de pesquisa Google e websites parceiros (Adsense) com banners.
  • Google Analytics: serviço que permite obter informação analítica de websites, aplicações e outros meios.
  • Googlebot: processo de indexação do Google, que o permite identificar novas páginas e atualizá-las para surgirem no seu índice.

H

  • Hashtag: palavras-chave ou conceitos antecedidos pelo símbolo “#”. São hiperlinks.
  • HTML (HyperText Markup Language): significa Linguagem de Marcação de Hipertexto. E trata-se da linguagem de marcação utilizada na web.

K

  • Keyword: é a palavra chave que serve para resumir o tema principal abordado em um texto. No geral, temos short keywords (palavras-chave curtas) e long tail keywords (palavras-chave longas). Dependendo da estratégia de SEO escolhida, uma ou outra será utilizada em cada texto. É ainda baseado no uso dessas palavras dentro do seu site de forma geral que o google e outros navegadores rankeam a sua página com relação às demais páginas na web que possuem o mesmo termo.
  • KPI (Key Performance Indicators): Indicadores Chave de Performance, são indicadores definidos com o objetivo de acompanhar o desenvolvimento das ações que estão sendo tomadas para alcançar um objetivo determinado.

L

  • Layout: estrutura do conteúdo numa página ou numa aplicação.
  • Landing Page: páginas de destino/ entrada. Aqui nós temos a porta de entrada de um site, ou seu domínio “raiz”. Como geralmente um dos objetivos de quem trabalha com marketing digital é o de gerar leads, a landing page tenderá a ser otimizada para que pessoas com interesse no conteúdo do seu site deixem o contado por ali. Isso pode ser feito através da criação de um pequeno formulário ou simplesmente criando-se um espaço para que ela cadastre o seu email.
  • Lead: dados preenchidos por um utilizador em um formulário de conversão caracterizando um potencial cliente.
  • Link Building: ou construção de links, é o trabalho de conseguir links para a sua página ou site. É muito importante que seja feito com naturalidade e o meio mais fácil e correto de se fazer isso é através da construção de conteúdo de qualidade e relevância.

M

  • Malware: software destinado a infiltrar-se num sistema de computador alheio de forma ilícita, com o intuito de causar alguns danos, alterações ou roubo de informações (confidenciais ou não).
  • Metatags: são linhas de código HTML ou “etiquetas” que, entre outras coisas, descrevem o conteúdo do seu site para os utilizadores (pesquisadores).
  • Mindmapping: diagrama que apoia a gestão de informação e a organização de ideias (mapa mental).
  • Mobile ads: anúncios que se destinam a aparecer em smartphones ou tablets.

 

P

  • PageRank: algoritmo utilizado pela ferramenta de pesquisa Google para posicionar websites entre os resultados das suas pesquisas.
  • Permalink: URL que direciona para um artigo específico de um website.
  • Plugins: extensão usada para adicionar funções a websites, provendo alguma funcionalidade especial ou muito específica.
  • Pop-up: uma janela utilizada em websites para abrir alguma informação extra ou como meio de publicidade.
  • Podcasts: ficheiros multimedia (áudio, vídeo, fotografia) publicados na Internet e disponíveis para download.

R

  • Remarketing: recurso criado pelo Google Adwords para gerar listas de utilizadores que já visitaram certo website e assim ter uma lista de utilizadores para direcionar campanhas específicas.
  • Responsive: usado no universo dos websites e indica que estes são otimizados para serem vizualizados corretamente em qualquer ecrã: smartphone e mobile.
  • Reviews: análise, crítica ou comentário efetuados pelos utilizadores.
  • Robots.txt: ficheiro que indica aos motores de pesquisa como devem proceder ao visitar o seu website.
  • ROI: sigla para Return on Investment, que em português significa Retorno sobre Investimento. ROI é a relação entre o dinheiro ganho ou perdido através de um investimento, e o montante de dinheiro investido. Fórmula: (Lucro do Investimento – Custo do Investimento) / Custo do Investimento.

S

  • SEM (Search Engine Marketing): dita como Marketing de Ferramenta de Busca. O termo se refere a um conjunto de técnicas de Marketing que tem como objetivo a promoção de uma página ou site nas páginas dos buscadores (Google, Bing, Yahoo, etc). Além disso, o SEM é geralmente dividido entre SEO e anúncios em links patrocinados.
  • SEO (Search Engine Optimization): é o conjunto de técnicas, estudos e métodos que visam melhorar o posicionamento das páginas de um site em mecanismos de busca como o Google, Yahoo, etc.
  • SERP (Search Engine Results Page): Página de Resultados em português, é o termo técnico utilizado para falar das páginas que exibem os resultados em uma ferramenta de busca.
  • Sitelinks: links que o Google atribui automaticamente a um website ou blog nos resultados de pesquisas.
  • Sitemap: são uma forma de informar ao Google sobre subpáginas do seu website. É uma lista de páginas de determinado website.
  • Streaming: tecnologia que envia conteúdos multimédia, através da Internet, tornando as conexões mais rápidas.

T

  • Tags: palavras relevantes ou termos associados com uma informação (ex.: uma imagem, um artigo, um vídeo) que descrevem e permitem uma classificação da informação baseada em palavras-chave.
  • Tráfego orgânico: é o tráfego advindo da busca de uma palavra-chave nos mecanismos de busca, onde o seu site acaba sendo encontrado e clicado. Vale lembrar que o que caracteriza o tráfego orgânico é a sua natureza gratuita. Portanto, quanto melhor rankeado nos mecanismos de busca a sua página estiver (a construção de autoridade de página/site te ajuda muito aqui), mais tráfego orgânico ela irá gerar.

W

  • Webinar: tipo de webconferência no qual a comunicação é inilateral, ou seja, somente uma pessoa fala e as outras assistem. A interação entre os participantes é limitada apenas ao chat, podendo conversar entre si ou enviar perguntas.
  • Web Analytics: é o processo de medição, coleta, análise e a produção de relatórios de dados de navegação e interação com o objetivo de entender as ações do usuários e otimizar o uso dos sites e páginas na Internet.
  • Webmaster tools: conjunto de ferramentas da Google destinadas a webmasters.
  • Widgets: são interfaces gráficos (janelas, botões, menús, ícones, etc) que fornecem certas funcionalidades aos utilizadores: agenda, relógio, cotações da bolsa, etc.
  • Wikis: coleção de páginas interligadas e cada uma delas pode ser visitada e editada por qualquer pessoa.