projetos

Definição de Projetos

Um conceito que vêm ganhando cada vez mais espaço e popularidade tanto no mundo corporativo quanto nas ciências e áreas da tecnologia é o conceito de projetos, não que este seja um novo conceito, muito pelo contrário, entretanto o que exatamente é um projeto?

Curiosamente a palavra projeto originalmente significa “antes de uma ação”, porém esta com o tempo passou a ter uma conotação relacionado a um “plano de algo” e não o ato de realmente levar esse plano para uma excecução.

De acordo com o PMI (Project Managment Institute), a definição de projeto é:

Um conjunto de atividades temporárias, realizadas em grupo, destinadas a produzir um produto, serviço ou resultado únicos.

Complementando esta definição um tanto como sucinta do PMI, podemos extender tal definição dizendo que todo projeto é um empreendimento único e não repetitivo, formalmente organizado com início e fim bem definidos, que congrega e aplica recursos visando resultados preestabelecidos (estimados), por meio de seus processos, que basicamente são o conjunto de atividades estruturados e interrelacionados que transformam insumos (entradas) em produtos (saídas). A qual são executadas durante um período fixo e dentro de certos custos e outras limitações.

Assim como já mencionado, todo projeto é único, na medida em que não é uma operação de rotina, mas um conjunto específico de operações destinadas a realizar um objetivo singular, podendo ser este desde o desenvolvimento de uma monografia para conclusão de um curso, desenvolvimento de um software, a reconstrução de um país após determinada catastrofe, assim como a intenção de mandar alguém para Marte. Isto é, não há limites.

 

Estrutura de um Projeto

De uma forma bem resumida, pode-se definir a estrutura de um projeto com os seguintes passos:

  1. Identificação do projeto
  2. Análise da situação / problema
  3. Proposição de objetivos
  4. Definição de metas
  5. Delineamento de método, estratégias e procedimentos
  6. Especificação de cronograma
  7. Identificação de recursos e custo
  8. Monitoração e avaliação

 

Principais causas de sucesso em projetos

Claro que cada caso é um caso, e como já mencionado, cada projeto possui seu nível de complexidade e exigência, ainda pode-se considerar que alguns dos principais fatores que contribuem para o sucesso de um projeto são:

  • Acompanhamento adequado dos principais interessados pelo projeto.
  • Planejamento inicial do trabalho.
  • Autoridade e responsabilidades delegadas.
  • Planejamento eficaz de contingências.
  • Compromisso do beneficiado no projeto.
  • Objetivos realistas quanto o custo e programaçãp.
  • Aplicação de modernos conceitos e processos gerenciais.
  • Sistema eficiente de monitoramento, avaliação e controle do uso de recursos no projeto.

 

Principais causas de fracasso em projetos

Da mesma forma que há uma série de práticas que contribuem para o sucesso de um projeto, a existência de práticas que realizam o resultado inverso devem ser identificados e neste caso contornados o quanto antes.

  • Metas e objetivos mal estabelecidos.
  • O projeto é baseado em dados insuficientes ou inadequados.
  • O sistema ou método de controle é inadequado.
  • Não se conhece a real necessidade dos interessados finais do projeto.
  • Ineficiência no emprego de recursos.

 

Gestão de projetos

Com o objetivo de otimizar a realização bem sucedidada de projetos, a gestão de projetos vem passando por um processo de aperfeiçoamento, com base no estudo das práticas de sucesso e fracasso de projetos anteriores que só vem a contribuir com o estado da arte sobre está questão.

A gestão de projetos basicamente tem como base de suas funções apresentar a seus adeptos a necessidade de se planejar, organizar, motivar os envolvidos, focar na direção correta e o controle de suas ações, o que inclusive nos remete a estudos de grandes pensadores da Qualidade como W. Edwards Deming e seus ciclo PDCA, assim como as práticas de  tantos outros pensadores.

Os estudos que envolvem a gestão de projetos é algo que só tem a aumentar ao longo dos anos, tornando o caminho mais fácil para quem por ele quiser se aventurar. Tendo isto em conta, vale o registro de mais uma boa definição de projetos, com uma roupagem um tanto quanto poética do explorador brasileiro, Almir Klink:

Projetar é como remar: remar de costas, olhando para trás, pensando para frente.

Site Footer